<$BlogRSDURL$>

INACREDITABILIDADES

30.3.04

B'DIA...ou melhor B'tarde! 

Primeiro, um exemplo de pura fúria libertária....
A propósito do aproveitamento do EURO 2004 para tentar "sacar" alguma coisa do governo, é geral o tom de deasprovação...Lamentável...Era bom não precisarmos!
E porquê tanto escândalo de aproveitar as misérias que temos e continuaremos a ter? Nos Jogos Olímpicos de Barcelona os espanhóis aproveitaram para “sacar” algum, dos governos. Tiveram o que quiseram. O Governo acobardou-se, teve medo da propaganda negativa. E se acham que os gregos não vão fazer o mesmo nas Olimpíadas, tirem o cavalinho da chuva. Vão aproveitar e fazem muito bem. E se nós não aproveitarmos para sacar do governo mais algum, ninguém nos agradece e lá vamos passar por uns lorpas, que continuamos no c…da Europa a cheirar as oportunidades e delas, só o que cheira mal. E os estrangeiros lá irão continuar a olhar para nós, como os tristes que só sabemos, como os cães, lamber as mãos dos que , sobranceiramente, nos desprezam, para lhes mostrar um país da treta, com estruturas do faz de conta.

Agora um pouco mais Satiricon...

Na sequência da afirmação do deputado do CDS, João Morgado, em Abril de 1982, de que «o acto sexual é para fazer filhos», a saudosa Natália Correia repondeu-lhe com o seguinte poema, provocando o riso em todas as bancadas parlamentares:

Aos morgados que por aí pululam.

Já que o coito – diz Morgado –
tem como fim cristalino,
preciso e imaculado
fazer menina ou menino;
e cada vez que o varão
sexual petisco manduca,
temos na procriação
prova de que houve truca-truca.
Sendo pai só de um rebento,
lógica é a conclusão
de que o viril instrumento
só usou – parca ração! –
uma vez. E se a função
faz o orgão – diz o ditado –
consumada essa excepção,
ficou capado o Morgado.


O deputado, ofendido com a dedicatória, rispostou que tinha DOIS filhos. Ao que Natália respondeu que bastava substituir truca-truca por truca-truca truca-truca

Inté ....Boa nOITE

29.3.04

Ai! UUIII! Ai tanta dor!!!UI!UI!UI! 

Ele há dias de manhã...que a gente à tarde....... definitivamente não devia saír à noite!!!O dia está a correr-me tão bem que eu até desconfio... Mas estou vivo!!! E vocês porque me estão a ler, também . Aliás o pensamento do dia é : LEIO-TE,....ou melhor, vai em latim bárbaro porque o Descartes também "cogitava" em Latim.
Ora aqui vai: LEGO! ERGO INTERCONAS HABEO ( OU SEJA:
Lego - forma do verbo ler - presente do indicativo
Ergo - conjunção ....logo
Interconas - inter rede
Habeo -. forma do verbo Habeo...ter
'Inté!

26.3.04

Imaginem.... 

A SUN MICROSYSTEMS ganhou o concurso do Ministério da Educação para o fornecimento de todos os sistemas operativos e programas utilitários da nova disciplina TIC (Tecnologiaa de Informação e Comunicação). Ou seja: o SOLARIS vai passar a ser o novo sistema operativo nas escolas , pelo menos em termos de aprendizagem, e o LINUX vai (finalmente) substituir o WINDOWS!Os miudos vão passar a aprender no SUNOFFICE . Um espanto!!
Que consequências ? E para nós os velhos? Vamos ter de nos adaptar outra vez...

24.3.04

EH! PÁ! DESCULPEM.... 

Isto está doido e eu mandei a mesma coisa 5 vezes....De qualquer modo é uma receita espectacular para cuidar eficazmente das disquettes.

PARA UMA MELHOR PERFOMANCE...:) (SI NON E VERO , E BENE TROVATO...) 

Como tratar as disquetes
As disquetes devem ser Limpas e Lavadas pelo menos uma vez por semana. As partículas Microscópicas de metal que se vão acumulando na sua superfície podem ser removidas passando um potente íman pela superfície da disquete, mas sem lhe tocar. Quaisquer restos mais teimosos destas partículas podem ser removidas com Sabão-Pedra-Pomes e água corrente. Quando enxaguar as disquetes certifique-se que os ficheiros estão lisos. Isso permitirá que a disquete gire mais rapidamente, resultando em melhores tempos de acesso.
As disquetes, ao contrário do que muitos utilizadores pensam, não podem ser copiadas numa fotocopiadora. Se precisa de salvaguardar os seus dados, simplesmente insira duas (2) disquetes na ranhura da drive. Assim, sempre que gravar um documento para disquete, os dados ficarão gravados em ambas.
Nunca deixe as disquetes na drive quando terminar o seu dia de trabalho, pois os dados podem escorrer para fora da disquete e corromper os mecanismos internos da drive. As disquetes devem ser rebobinadas e guardadas num ambiente frio (aconselha-se a compra de uma arca congeladora).
Nunca insira uma disquete na drive, virada para baixo. Os dados podem cair da superfície da mesma e encravar os intricados mecanismos da drive de disquetes.
Não dobre as disquetes, a não ser que elas não caibam na drive. As disquetes maiores podem ser dobradas e metidas em drives mais pequenas. Mas nunca as dobre em três, pois isso resultaria na criação de disquetes de tripla densidade... e toda a gente sabe que as drives de tripla densidade estão obsoletos...
Periodicamente deve pulverizar as disquetes com spray insecticida para prevenir o aparecimento de bugs e vírus, embora para estes últimos se aconselhe uma solução de água, duas aspirinas e açúcar, deixando as disquetes mergulhadas neste banho pelo menos 24 horas (em alternativa pode utilizar Aspegic, dispensando o açúcar neste caso).
Se a sua disquete estiver cheia, e precisar de mais espaço para guardar os seus dados, remova a disquete da drive e sacuda-a vigorosamente durante aproximadamente 3 minutos. Quando acabar, agite-a durante mais 2 minutos. Este procedimento irá compactar os dados (data compression) permitindo mais espaço para novos documentos. (Não se esqueça de tapar todos os orifícios da disquete com fita adesiva para prevenir qualquer perda de dados).
Em caso de dúvida em relação a estes procedimentos escreva para a revista Maria a relatar os seus problemas

PARA UMA MELHOR PERFOMANCE...:) 

Como tratar as disquetes
As disquetes devem ser Limpas e Lavadas pelo menos uma vez por semana. As partículas Microscópicas de metal que se vão acumulando na sua superfície podem ser removidas passando um potente íman pela superfície da disquete, mas sem lhe tocar. Quaisquer restos mais teimosos destas partículas podem ser removidas com Sabão-Pedra-Pomes e água corrente. Quando enxaguar as disquetes certifique-se que os ficheiros estão lisos. Isso permitirá que a disquete gire mais rapidamente, resultando em melhores tempos de acesso.
As disquetes, ao contrário do que muitos utilizadores pensam, não podem ser copiadas numa fotocopiadora. Se precisa de salvaguardar os seus dados, simplesmente insira duas (2) disquetes na ranhura da drive. Assim, sempre que gravar um documento para disquete, os dados ficarão gravados em ambas.
Nunca deixe as disquetes na drive quando terminar o seu dia de trabalho, pois os dados podem escorrer para fora da disquete e corromper os mecanismos internos da drive. As disquetes devem ser rebobinadas e guardadas num ambiente frio (aconselha-se a compra de uma arca congeladora).
Nunca insira uma disquete na drive, virada para baixo. Os dados podem cair da superfície da mesma e encravar os intricados mecanismos da drive de disquetes.
Não dobre as disquetes, a não ser que elas não caibam na drive. As disquetes maiores podem ser dobradas e metidas em drives mais pequenas. Mas nunca as dobre em três, pois isso resultaria na criação de disquetes de tripla densidade... e toda a gente sabe que as drives de tripla densidade estão obsoletos...
Periodicamente deve pulverizar as disquetes com spray insecticida para prevenir o aparecimento de bugs e vírus, embora para estes últimos se aconselhe uma solução de água, duas aspirinas e açúcar, deixando as disquetes mergulhadas neste banho pelo menos 24 horas (em alternativa pode utilizar Aspegic, dispensando o açúcar neste caso).
Se a sua disquete estiver cheia, e precisar de mais espaço para guardar os seus dados, remova a disquete da drive e sacuda-a vigorosamente durante aproximadamente 3 minutos. Quando acabar, agite-a durante mais 2 minutos. Este procedimento irá compactar os dados (data compression) permitindo mais espaço para novos documentos. (Não se esqueça de tapar todos os orifícios da disquete com fita adesiva para prevenir qualquer perda de dados).
Em caso de dúvida em relação a estes procedimentos escreva para a revista Maria a relatar os seus problemas

PARA UMA MELHOR PERFOMANCE...:) 

Como tratar as disquetes
As disquetes devem ser Limpas e Lavadas pelo menos uma vez por semana. As partículas Microscópicas de metal que se vão acumulando na sua superfície podem ser removidas passando um potente íman pela superfície da disquete, mas sem lhe tocar. Quaisquer restos mais teimosos destas partículas podem ser removidas com Sabão-Pedra-Pomes e água corrente. Quando enxaguar as disquetes certifique-se que os ficheiros estão lisos. Isso permitirá que a disquete gire mais rapidamente, resultando em melhores tempos de acesso.
As disquetes, ao contrário do que muitos utilizadores pensam, não podem ser copiadas numa fotocopiadora. Se precisa de salvaguardar os seus dados, simplesmente insira duas (2) disquetes na ranhura da drive. Assim, sempre que gravar um documento para disquete, os dados ficarão gravados em ambas.
Nunca deixe as disquetes na drive quando terminar o seu dia de trabalho, pois os dados podem escorrer para fora da disquete e corromper os mecanismos internos da drive. As disquetes devem ser rebobinadas e guardadas num ambiente frio (aconselha-se a compra de uma arca congeladora).
Nunca insira uma disquete na drive, virada para baixo. Os dados podem cair da superfície da mesma e encravar os intricados mecanismos da drive de disquetes.
Não dobre as disquetes, a não ser que elas não caibam na drive. As disquetes maiores podem ser dobradas e metidas em drives mais pequenas. Mas nunca as dobre em três, pois isso resultaria na criação de disquetes de tripla densidade... e toda a gente sabe que as drives de tripla densidade estão obsoletos...
Periodicamente deve pulverizar as disquetes com spray insecticida para prevenir o aparecimento de bugs e vírus, embora para estes últimos se aconselhe uma solução de água, duas aspirinas e açúcar, deixando as disquetes mergulhadas neste banho pelo menos 24 horas (em alternativa pode utilizar Aspegic, dispensando o açúcar neste caso).
Se a sua disquete estiver cheia, e precisar de mais espaço para guardar os seus dados, remova a disquete da drive e sacuda-a vigorosamente durante aproximadamente 3 minutos. Quando acabar, agite-a durante mais 2 minutos. Este procedimento irá compactar os dados (data compression) permitindo mais espaço para novos documentos. (Não se esqueça de tapar todos os orifícios da disquete com fita adesiva para prevenir qualquer perda de dados).
Em caso de dúvida em relação a estes procedimentos escreva para a revista Maria a relatar os seus problemas

FUNDAMENTAL PARA UMA BOA PERFOMANCE INFORMÁTICA (tirei isto dum blog do sapo) 

Como tratar as disquetes
As disquetes devem ser Limpas e Lavadas pelo menos uma vez por semana. As partículas Microscópicas de metal que se vão acumulando na sua superfície podem ser removidas passando um potente íman pela superfície da disquete, mas sem lhe tocar. Quaisquer restos mais teimosos destas partículas podem ser removidas com Sabão-Pedra-Pomes e água corrente. Quando enxaguar as disquetes certifique-se que os ficheiros estão lisos. Isso permitirá que a disquete gire mais rapidamente, resultando em melhores tempos de acesso.
As disquetes, ao contrário do que muitos utilizadores pensam, não podem ser copiadas numa fotocopiadora. Se precisa de salvaguardar os seus dados, simplesmente insira duas (2) disquetes na ranhura da drive. Assim, sempre que gravar um documento para disquete, os dados ficarão gravados em ambas.
Nunca deixe as disquetes na drive quando terminar o seu dia de trabalho, pois os dados podem escorrer para fora da disquete e corromper os mecanismos internos da drive. As disquetes devem ser rebobinadas e guardadas num ambiente frio (aconselha-se a compra de uma arca congeladora).
Nunca insira uma disquete na drive, virada para baixo. Os dados podem cair da superfície da mesma e encravar os intricados mecanismos da drive de disquetes.
Não dobre as disquetes, a não ser que elas não caibam na drive. As disquetes maiores podem ser dobradas e metidas em drives mais pequenas. Mas nunca as dobre em três, pois isso resultaria na criação de disquetes de tripla densidade... e toda a gente sabe que as drives de tripla densidade estão obsoletos...
Periodicamente deve pulverizar as disquetes com spray insecticida para prevenir o aparecimento de bugs e vírus, embora para estes últimos se aconselhe uma solução de água, duas aspirinas e açúcar, deixando as disquetes mergulhadas neste banho pelo menos 24 horas (em alternativa pode utilizar Aspegic, dispensando o açúcar neste caso).
Se a sua disquete estiver cheia, e precisar de mais espaço para guardar os seus dados, remova a disquete da drive e sacuda-a vigorosamente durante aproximadamente 3 minutos. Quando acabar, agite-a durante mais 2 minutos. Este procedimento irá compactar os dados (data compression) permitindo mais espaço para novos documentos. (Não se esqueça de tapar todos os orifícios da disquete com fita adesiva para prevenir qualquer perda de dados).
Em caso de dúvida em relação a estes procedimentos escreva para a revista Maria a relatar os seus problemas

23.3.04

Só para dizer.... 

Que estou vivo!E bem vivo...

Só para dizer.... 

Que estou vivo!

22.3.04

B'DIA...ou melhor B'tarde! 

Sei que estás em festa, pá...
Pois, mas já acabou! E não há mais, acabou-se Fini kaput!
Achei curiosa aquela de se publicar uma "mancha" e o pagode pôr-se a fazer apostas: fico satisfeito, não fico ! Oh! G'anda mPIIIIIIIIIIII! Mas aquelas gajas não sabem fazer melhor? G'anda PIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIIII.A vida é como os alcratuzes da nora: umas vezes em cima e cheios; para logo se esvaziarem e descerem até às profundezas e tornarem a encher-se de esperanças. O tempo não está para filosofias.
Às vezes um gajo é mesmo trouxa e honesto para não dizer tanso e parvo: um cidadão (sim porque era um cidadão, mesmo que com um BI dos azulinhos...) - Já agora a talhe de foice é bastante peregrina aquela ideia de por os BI's dos estrangeiros com autorização de residência, com a cor azul: será que tem alguma coisa a ver com aquela anedota que se contava nos tempos do apartheid em que se dizia que ia deixar de haver brancos e pretos, a partir dessa altura iam todos passar a ser azuis...só que uns iam ser azuis claros e outros azuis escuros!Mas retomando...um cidadão atira-se para uma passagem de peões e o automobilista é obrigado a travar a fundo! Pneus a chiar! dentro do carro sai um balão com uma série de raiso , caveiras asteriscos, cruzes gamadas e por gamar, uma data de PIIIIIIII'S mas acto contínuo, o condutor arma-se em pedagogo abre a janela e tenta recomendar calma ao cidadão e dizer-lhe que não pode ser assim , porque é perigoso...Bom : um gajo é descomposto, quase que te querem bater, etc, etc, ......Primeira engrenada, dali para fora e...MOral da História: nunca tentes explicar nada! Vá lá ...reincidi passados 54 anos numa situação semelhante: alguém molhou uns basbaques que num domingo à tarde, ao pé da Pedroguense estavam a ver passar o trânsito dum dia de inverno. O condutor viu , e parou uns metrops à frente para ir pedir desculpa...resultado um braço partido e escoriações várias na face e no tronco!!!
Já chega bye, bye

19.3.04

Explica.... 

Eh Pá . eu não percebi ;explica aí!

18.3.04

Gooooood Moooooooooooooooooorning Portugal!!! ou Melhor:BOOOOOOOOOOOOOOOM DIA PORTUGAL!!!
Ora aqui estou a tentar dar um bocadinho menos de fel ao meu dia. Sentadinho , sem nada para fazer, com muita coisa para dizer mas sem nada de brilhante para fazer

17.3.04

O nosso primeiro ri-se , ri-se,... É só rir, é só rir..... Ri-te, ri-te!! Quando vires que a vazelina tem areia, até choras!!!!
Dá para lembrar o que o Juca Chaves dizia naquele espectáculo fabulosoTAL E QUAL A HIENA: COME MERDA E SÓ FAZ AMOR UMA VEZ POR ANO...RI D"I" QUÊ? ( ler com sotaque brasileiro)
As Lajes foi decisão acertada diz o “nosso” primeiro: mas qual acertada qual carapuça! Onde é que estão as tais armas massiças de destruição? Ou vice-versa? Então o 1º Ministro tem a distinta lata de dizer que viu as provas e os outros agora já dizem que não havia provas que era quase a certeza. Políticos é tudo a mesma m(PIIIIIIIIIII).Ora se fossem todos PIIIIIIIIIIIII!

16.3.04

Here we are again..."O REGRESSO DO VINGADOR (MAL) MASCARADO"
Ora "b"ejamos...O LD não tem mesmo vergonha nenhuma na cara. Agora, recentemente, em relação àquela tremenda desgraça que ocorreu em Castela (coitados dos castelhanos, são normalmente fdp mas não mereciam isto!!!) dizia eu, o LD (há gajos muito sevandijas!!) embandeirou em arco, deu 22 salvas de canhão e acusou forte e feio a ETA que obviamente não é flor nenhuma que se cheire....mas pelo menos UMA VEZ não tinham nada a ver com aquela gaita toda. Ora o dito cujo sevandija, perorou (bem topa-me a categoria deste texto!!ya man, ganda nice!) sobre o assunto, os bascos, sicut (até mete latim) ordens dos patrões do PP, de cá à imagem dos PP's de lá (que grande confusão!) e insistiu, insistiu, insistiu, (mesmo quando já os "Aznaros" tinham levado uma grande abada!).
Já agora ... uma engraçada e muito curiosa de que eu me recordei agora: quando da ocupação de Goa Damão e Diu por parte da União Indiana (era assim que se chamava na altura), o Nehru era tido por toda a gente internacionalmente como um pacifista na linha do Ghandi. E tinha um título na nomenclatura brâmane que era PANDITAH, ao que julgo saber , significa homem sábio ou justo ou qualquer coisa do género. Portanto, o homem, que foi um dos maiores arautos do movimento terceiro mundistas e dos não-alinhados (em conjunto com o Tito e o Soekarno) vinha referido nos telegramas das agências internacionais, como o Pandita Nehru. Ora cá em Portugal vigorava a censura que como todos sabemos não primeva pela sageza. Mas o mais cómico e dramático e...triste (e revelador da nossa tristeza e curteza de vistas) é que um dos fulanos da censura (por acaso não era coronel, antes médico e membro activíssimo da Legião Portuguesa) achou por bem, nas notas que tinham a autorização de publicação para os jornais, para a RTP e para as rádios, como as notícias da situação na Índia, dizer que se podia manter o título do Nehru, porque a generalidade da população iria julgar que era um tratamento ofensivo. E assim passou a ideia de que o Nehru era um PANDITA que em Portugal ganhou o significado de bandido sacana homem mau, cínico e sem princípios!
E agora acabou. Vou-me embora porque já me fartei de falar ejá tenho a boca seca.
Adeuzinho. Hasta la Victoria! Siempre!( não me interpretem mal, mas acho dos "ditos" mais vigorosos e esperançosos!)
PS, não o da INternacional mas o do post scriptum...o Marçal Grilo tem um artigo hoje no público, duro de verdade no que respeita a nós, os tugas. E ninguém se revolta!
Goooooooooooooooooooooood Moooooooooooooooorning Portugal!!!!!!
Mal acomparado era assim que deviam começar os programas de rádio neste nosso jardim à beira mar plantado...
Desde 5ªfeira passada que a situação ainda se tornou mais bichosa...termendamente mais bichosa!!! E tudo porquê?? A explicação tem a ver com o físico e com o psíquico. Pelo físico temos falado.... Pela psyché... bem basta ler a notícia sobre a educação que vem hoje no Público....
MUDEM O ESTILO DOS JORNAIS, DOS LIVROS, DEIXAM DE TRATAR AS PESSOAS COMO MENORES MENTAIS...
INCENTIVEM A LEITURA, A CULPA É DOS PAIS . COMPREM LIVROS ACABEM COM O AUDIOVISUAL!!!!!!!!!
aH BOM E É VERDADE: ontem fomos fazer mais um jeitinho à "cambra" principal e ao CD... Levamos o gado para o largo principal da vila e andámos como os prisioneiros à volta do campo de concentração para o "homezinho" tirar fotografias com a canalha. E depois nem um obrifgado e até para o ano

6.3.04

Boa tarde:
A situação continua bichosa.

5.3.04

Boa tarde:
Sitaução complicada, diria mesmo bichosa.

4.3.04

A quem possa interessar:
A Câmara Municipal de Loures e "Puliça" andam numa lufa lufa de se auto promoveren que até parece impossível. Abaixo as promoções !! Vivam os Saldos!

2.3.04

This page is powered by Blogger. Isn't yours?